Espinosa, meu éden

Espinosa, meu éden

segunda-feira, 12 de junho de 2017

1772 - O poderoso time do Mingu

Fico imensamente satisfeito quando recebo mensagens de espinosenses espalhados por este imenso Brasil, revelando seu amor por nossa Espinosa e sua passagem constante por aqui no nosso blog. Dia desses, recebi uma mensagem de Samuel Tolentino Correia. Nela, Samuel me revela ter sido aluno de minha esposa Cléa e amigo e colega de escola do meu Ricardinho. Também foi companheiro de time dele no Plasma, um time que eles criaram lá em Espinosa. Isso me deixou muito feliz.
No e-mail, o Samuel também me enviou uma velha fotografia da equipe do Mingu, que conforme suas informações, conseguiu uma brilhante e histórica vitória sobre a poderosa equipe do Cruzeirinho, normalmente imbatível na cidade, pelo placar de 2 x 0.
Assim sendo, e com o maior prazer, publico aqui a fotografia, com a identificação dos personagens realizada pelo Samuel, a quem agradeço de coração pela colaboração.
Em pé: O grande esportista Zé Bigode (já falecido), Pequi, Ieié, Tiãozinho de Zé Bigode (já falecido. Conforme Samuel, dizem que foi o melhor jogador que já teve no Mingu), Negão, Bilu e Branco.
Agachados: Pepê de Seu Dé, Zé de Lé (ou Zé Rico), Aílton (Jegue), Nego de Domingo, Doió, Nenego e Neném Aruvai (já falecido). Além desses que aparecem na foto, faziam parte do time o Pequerrucho e o Walter de Adolar. Bons tempos do futebol espinosense, quando tive oportunidade de enfrentar muitos desses jogadores presentes na foto.  
Um grande abraço espinosense, em especial ao pessoal da comunidade do Mingu, onde participei, com muito prazer, de muitas partidas de futebol no passado.



Um comentário:

samuca correia disse...

Obrigado Eustáquio pela postagem.